Pastel, um alimento de fácil preparo e com diversas possibilidades de recheios!

Salgado rápido e tradicional com sua presença garantida em feiras livres, o pastel é também comercializado em lanchonetes e usado em festas no formato mini. A sua produção pode ser em formatos variados, sendo com as bordas arredondadas e o mais utilizado na forma retangular, possibilitando ainda tamanhos e recheios diversificados, sendo um alimento símbolo da gastronomia e da cultura de muitas cidades no Brasil.





Segundo alguns historiadores da área gastronômica, o pastel surgiu na Europa na idade média. Naquela época existiam diversas receitas de massas que eram assadas, com bastante recheio. No fim do período da idade média, surgiu a ideia de fritar esses bolinhos de massa. Começaram então, em vários países a aparecer o famoso Pastel em diversos formatos e receitas diferentes.


Existem também histórias que este famoso salgado surgiu a partir do Rolinho primavera que usa em sua massa sake, derivado da culinária japonesa, substituído aqui pela cachaça, o que justifica a tradição dos orientais nesta culinária. No Brasil, o pastel apareceu justamente graças aos imigrantes japoneses na década de 1940, como uma forma de aumentar a renda familiar, resolveram inovar em uma receita totalmente diferente. O resultado não foi outro, um enorme sucesso que perdura até os dias de hoje.


Confira esse post sobre o pastel e saiba mais dos formatos e recheios que você pode adicionar na sua produção para alcançar maiores lucros, aumentando sua linha de produtos e criando novas oportunidades de negócios.


A otimização nos processos em preparar salgados vem ganhando espaço na cozinha dos salgadeiros, tanto pelo preparo de massas quanto os recheios diferenciados para atrair novos consumidores, aumentando assim sua linha de produtos e atingindo novos mercados. O pastel é um salgado considerado de rápido preparo manualmente, com a massa pronta e o recheio temperado, basta realizar o processo de colocar o recheio e fechar a massa para que fique pronto.


Uma crocância na massa juntamente com o recheio, que quando frito chega a derreter na boca, tornando um alimento sedutor, tornando esse alimento um sucesso no paladar dos brasileiros.


Empreendedores buscam novas formas de aumentarem a sua produção de pastel de forma customizada e otimizada, e com o aumento dessa demanda, foram criando novos sabores e formatos diferentes.


Vamos falar um pouco sobre formatos e sabores...


Formatos:


O formato mais conhecido é o tamanho tradicional que chamamos de pastel da feira, porém também existem outros formatos como os mini pastéis ou pasteizinhos, que vêm crescendo nos últimos anos na preferência dos consumidores e são ideais para festas, reuniões corporativas e também servirem como aperitivos.





Uma curiosidade é que com 1kg de massa de pastel, a sua produção rende um total de 120 mini pastéis, porém alguns fatores são importante para atingir essa demanda.


E esses fatores são:


- Quantidade de recheio adicionado na massa (evite adicionar muitos itens no recheio), faça sabores tradicionais.


- Atenção para os tamanhos dos mini pastéis, manter a padronização faz total diferença para sua produção. Existem pessoas que fabricam no tamanho de 12cm (chamamos de pastel pequeno), mas os tamanhos mais fabricados são os de 4cm a 6cm e nessa proporção você conseguirá a produção de 120 mini pastéis com 1kg de massa.


- Deve ser analisado o intuito de comercialização, oferecendo como petisco ou fazer um cardápio de doce exclusivo, estratégia que muitos produzem no tamanho de até 8cm e o seu rendimento com 1kg de massa serão 80 mini pastéis.


Agora os sabores...


Em uma pastelaria os sabores de pastéis são divididos em: pastéis tradicionais e pastéis especiais


Os tradicionais são: carne, carne com queijo, queijo, frango, frango com catupiry, pizza, calabresa com queijo, entre outros como escarola com mussarela ou carne seca.


Os especiais são conceituados devido aos ingredientes mais caros ou receita diferenciada, e nessa produção a criatividade sempre atraí mais consumidores, alguns exemplos de recheios são: milho com catupiry, peito de peru defumado, banana com catupiry, palmito com catupiry, carne com champignon, feijoada, estrogonofe. Nos doces, leite ninho com tutela, romeu e julieta, chocolate com ameixa ou mesmo doce de leite com goiabada, e alguns sabores mais. Existem ainda os recheados com frutos do mar, que podem ser adicionados como opções de recheios mais refinados.


Dicas:


Algumas dicas são importantes para você aumentar suas vendas e ter sucesso com a produção de pastéis, com parcerias em supermercados, padarias, bares e cafeterias ou mesmo em criar pacotes personalizados para festas de aniversários e casamentos. Elaborar promoções exclusivas para empresas e escolas, que são estabelecimentos que possuem grande demanda por salgadinhos também é uma excelente opção para expandir sua produção, em virtude da quantidade de eventos realizados durante o ano deste nicho de mercado.


Pastéis assados também tem grande aceitação pelos clientes, e buscar alternativas para atraírem mais clientes de acordo com seu plano de negócios baseados em plano de ação é o “X” da questão para garantir a geração de maiores lucros e maiores vendas.


Todo produto alimentício tem seu paladar como terceira parte do processo de consumo; o primeiro é o visual, a segunda é a sensação do cheiro e por fim o sabor. Por isso desenvolver embalagens personalizadas que ativam o visual para cada tipo de produto, sejam os mini pastéis ou produtos de consumo rápido, trará um diferencial para o seu produto além de ativar a necessidade de compra. Vale lembra que a cada ano no ramo alimentício surgem novas tendências e para se manter a frente de seus concorrentes é necessário estar sempre inovando, por conta deste segmento ser um altamente lucrativo e por outro lado competitivo. Existe uma máxima que diz que “na refeição, cada mão é uma mão”, ou seja, mesmo que receitas idênticas sejam feitas por pessoas diferentes, o resultado final sempre será algo diferente.


Aplicar as melhores técnicas de preparo, receitas diferenciadas, procedimentos de diferenciação e divulgação são os melhores procedimentos para se atingir os objetivos de sucesso nos empreendimentos e claro, o retorno satisfatório para cada trabalho construído.

56 visualizações0 comentário